Renda fixa ou Poupança? Saiba o que vale mais a pena depois da elevação da Selic

Renda fixa ou Poupança? Saiba o que vale mais a pena depois da elevação da Selic, lendo nosso texto a seguir!
Renda fixa ou poupança? saiba o que vale mais a pena depois da elevação da selic

Muitos clientes buscam uma forma de investimento e podem ter um pouco de dificuldade em entender qual a melhor opção no mercado atualmente. Mas, nós vamos te ajudar a encontrar o melhor caminho de investimentos para você, continue lendo para saber mais. 

Recentemente, a Selic voltou para a casa dos dois dígitos, com um aumento que a levou a 1,5 ponto percentual pelo Comitê de Política Monetária (Copom), ressaltando a tendência de valorização que os ativos de renda fixa estão tendo desde o ano passado.

De acordo com analistas, os títulos de renda fixa pós-fixados, prefixados e os indexados à inflação continuam sendo boas alternativas, mas quando se olha para os fundos da renda fixa DI podem ter um rendimento ainda superior ao da poupança. 

Publicidade

No entanto, os especialistas recomendam empresas mais sólidas na hora de investir, que tenham um histórico e resultados para serem consultados para que sejam evitadas perdas. 

Qual a melhor opção de investimento?

Renda fixa ou poupança? saiba o que vale mais a pena depois da elevação da selic

Os especialistas destacam que os principais benefícios estão nos títulos pré-fixados, um deles chama a atenção para o fato de que “Estamos vendo prêmios no IPCA+ muito atraentes e em prefixados, porque vemos a inflação convergindo para a meta nos próximos dois anos enquanto os títulos estão pagando prêmios para uma inflação que não converge para a meta tão rapidamente”. 

Além dos títulos pré-fixados, que pagam taxas de juros combinadas instantaneamente,  no momento da aplicação são consideradas ótimas opções pelos especialistas, uma outra boa opção são os indexados à inflação. 

Mas, os especialistas ressaltam que é preciso ter cautela já que estamos em um ciclo de alta de juros, o que pode deixar o investidor preso a uma taxa menor com uma possível subida da Selic. 

Os analistas recomendam ainda aplicações com perspectivas mais curtas, tendo em vista que se espera que a Selic comece a sofrer queda em 2023.  

Para estes especialistas é preferível que os investidores miram em papéis que tenham um vencimento daqui a dois ou três anos, tendo em vista que os cenários fiscal e inflacionária não estão certos para o período a partir de 2023. 

Fundos DI x Poupança

Muitas pessoas têm dúvidas sobre como investir na poupança e nos fundos DI, contudo, especialistas ressaltam que, com a elevação da Selic para 10,75%, os fundos de renda fixa DI acabaram chamando mais atenção do que poupança, se tornando uma alternativa mais atrativa. 

De acordo com estimativas da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), em alguns casos os investimentos nestes fundos têm um desempenho superior ao da poupança com uma taxa que chega a 2,5% ao ano.

É importante ressaltar que em dezembro o cálculo do rendimento da poupança sofreu mudanças, atualmente o rendimento é de 0,5% ao mês mais a TR. Isso quer dizer que em 12 meses o rendimento fica em torno de 6,17% ao ano mais a TR.

Procurando cartão…