Pix com cartão de crédito é possível? Descubra agora!

Você já ouviu falar na possibilidade de Pix com o cartão de crédito? Vem descobrir se é possível!
Pix com cartão de crédito é possível? descubra agora!

O Pix é uma nova forma de realizar pagamentos instantâneos que foi criada pelo Banco Central.

Com a funcionalidade do Pix é possível efetuar e receber pagamentos e transferências que podem ser realizadas em qualquer dia e horário, até mesmo nos finais de semana e nos feriados. 

Confira abaixo tudo sobre o Pix com cartão de crédito.

Publicidade

Pix com o cartão de crédito é possível?

Como conseguir dinheiro usando meu cartão de crédito através do PIX -  YouTube

A resposta curta é: não. Pix é um meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central para fazer transferências eletrônicas e pagamentos entre contas em até 10 segundos, a qualquer dia e hora.

Por que algumas pessoas podem fazer Pix com um cartão de crédito?

Segundo o Banco Central, o Pix não é uma operação de crédito, ou seja, pelo menos por enquanto, quem realiza esse tipo de operação deve ter dinheiro em conta.

No entanto, recentemente algumas instituições financeiras ou de pagamento começaram a oferecer a seus clientes a opção de tomar emprestado parte do limite do cartão de crédito para fazer transferências eletrônicas e pagamentos por meio do Pix. 

Como funciona?

Basicamente, o cliente usa um percentual do limite pré-aprovado do cartão e transfere esse dinheiro para sua conta, uma vez que o dinheiro está na conta a pessoa pode mexer para quem quiser.

Mas é preciso ter cuidado para saber se vale a pena: embora a prática seja conhecida como ‘Pix com Cartão de Crédito’, parece mais um empréstimo e, como esse tipo de transação, tem cobrança de juros.

Como funciona o pagamento por QR code com o  Pix?

O QR Code Pix é uma imagem gráfica que guarda os dados da conta do recebedor, da mesma maneira como as chaves, entretanto, o código necessita ser lido por uma câmera de celular.

Além disso, nessa opção, fica à critério do recebedor definir o valor da transação ou deixar em aberto para que o pagador insira.

Para fazer um Pix  você precisa ter dinheiro na conta, mas alguns lugares oferecem a opção de usar o limite do seu cartão para fazer transferências, como um empréstimo. Entenda como funciona e se vale a pena.

Desde o seu lançamento, esse meio de pagamento conquistou os brasileiros, já virou música e hoje ultrapassa o TED e o DOC em número de transações. Porém, surgem dúvidas de uso, como: “Você consegue fazer Pix com cartão de crédito?”

Em outras palavras, Pix é como um TED, DOC ou recibo de banco – as pessoas podem criar um Pix a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga de qualquer instituição financeira registrada.


Encerra em 13:00

Cartão que pode te liberar R$ 250,00 de limite.

Mais de 75256 pessoas já solicitaram o seu

* Sujeito à análise de crédito.

Mas, para concluir a transação, a pessoa que envia o dinheiro deve ter saldo em conta.

Concretamente, considere Pix como uma transferência ou um pagamento: para isso, você deve ter o valor em sua conta.

Como o Pix é usado para transferências e pagamentos?

Existem três formas de enviar um Pix – seja para pessoa física ou jurídica, digital ou pessoalmente:

Notifique seus dados de pagamento Pix: basta acessar o aplicativo do seu banco, entrar na área Pix, ser transferido e confirmar a operação ( por exemplo, um TEd ou um DOC);

Digitalize o QR Code gerado pelo recebedor do pagamento: na área Pix do aplicativo do seu banco, procure a opção “Pagar com QR Code”.

Ao clicar nele, o aplicativo deverá abrir sua câmera e você poderá escanear o código (funciona da mesma forma que pagar um código de barras em recibos de banco);

Informe uma cópia e cole do código Pix: é um código gerado pelo QR Code da pessoa que receberá o pagamento, basta copiar a sequência enviada pela pessoa ou instituição e colar no aplicativo do seu banco ou internet banking.

Qual é o limite de PIX atualmente?

O limite de R $ 1.000 para traslados entre 20h e 6h via Pix entra em vigor na segunda

Um consumidor que recebe mais de 30 pagamentos em um mês na mesma conta pode se qualificar como comerciante e, portanto, ser cobrado pelo Pix.

Leia também: Novas regras de pagamento para boletos: Confira!

Procurando cartão…