PIX: Cobrança de tarifa para empresas sobre o serviço é ampliada!

PIX: Cobrança de tarifa para empresas sobre o serviço é ampliada, leia o nosso texto abaixo e descubra tudo sobre!
Pix: cobrança de tarifa para empresas sobre o serviço é ampliada!

O Pix é um meio de pagamento instantâneo, no qual o dinheiro pode ser transferido de uma conta para outra em segundos, a qualquer horário, todos os dias, inclusive feriados.

A ferramenta chegou com o intuito de facilitar a vida da população, sendo possível realizar diversas funcionalidades e podendo ser usado por pessoas físicas e jurídicas de forma gratuita. No entanto, alguns bancos vêm adicionando tarifas para empresas sobre esse serviço.

A partir do nosso texto, confira todas as informações sobre a cobrança de tarifa para empresas sobre serviços do PIX:

Publicidade

Tarifa sobre serviços do PIX é ampliada

Banco central: criminosos criam golpe que simula nova funcionalidade da plataforma!

Assim que o PIX foi lançado seus serviços eram gratuitos, porém, depois de iniciarem a cobrança por PIX de empresas ao longo do ano de 2021, os bancos vêm adicionando tarifas junto com a evolução do sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central.

Vale destacar que a cobrança é permitida para pessoas jurídicas, no entanto, a prática não foi iniciada com o lançamento da ferramenta, apenas iniciou-se com a popularização do PIX, possuindo taxas que podem chegar a R$150, as quais tem sido ampliadas.

Alguns bancos já começaram a ampliar estas tarifas. No Banco Santander, por exemplo, a partir do dia 1° de janeiro, a retirada de dinheiro por empresas via PIX Saque ou PIX Troco começou a custar R$2,50 cada operação.

Já no Banco do Brasil, essa tarifa também foi ampliada, sendo cobrado um pouco a mais do que a instituição citada anteriormente, tendo um custo de R$2,90 a cada saque a partir do dia 9 de fevereiro.

No entanto, há alguns bancos que não cobram taxas para pessoas jurídicas, tendo como maioria os bancos digitais. Porém, ainda há instituições que atuam através de plataformas online que aderiram a ampliação das tarifas para empresas sobre o PIX.

Veja os bancos que não praticam tarifas para empresas

Nem todos o bancos aderiram à essa ampliação de tarifa. A Caixa Econômica Federal é o único banco dentre os grandes que não cobram taxas para pessoas jurídicas.

A grande maioria dos bancos que não praticam tarifas para empresas são as fintechs, como o pioneiro no ramo dos serviços bancários digitais, o Nubank.

Além disso, outras opções de bancos digitais são o Inter e o C6 Bank. No entanto, essa cobrança é realizada pelo Mercado Pago, mostrando que a isenção não é uma prática geral das fintechs.

Apesar dessa cobrança, nenhuma instituição tem cobrado taxas para Microempreendedores Individuais (MEI) e empresas individuais (EI), e mesmo com as tarifas, o pagamento ou transferência via PIX continua sendo mais vantajoso que outras modalidades de serviços.

Preocupação sobre as tarifas do PIX

Com a ampliação desta tarifa para empresas sobre serviços do PIX, há uma crescente preocupação da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), sendo recomendado que os empresários pesquisem e comparem as tarifas, pois o custo final acaba sendo repassado ao consumidor.


Encerra em 13:00

Cartão que pode te liberar R$ 250,00 de limite.

Mais de 75256 pessoas já solicitaram o seu

* Sujeito à análise de crédito.

Você também pode se interessar por…

Se você gostou do assunto abordado no texto acima, continue no nosso site para ler outros textos relacionados ao mercado financeiro. Leia outro que preparamos para você clicando no botão abaixo:

Procurando cartão…