Nome no SCR: Saiba o que isso significa?

SCR quer dizer “Sistema de Informações de Crédito” e é um sistema que contém informações sobre operações financeiras de crédito. Saiba mais conferindo nosso texto!
Nome no scr: saiba o que isso significa?

Se você tem cartão de crédito, certamente tem ou já teve compras parceladas no cartão, e por causa disso, seu nome deve estar inscrito no SRC. Mas calma, não precisa ficar alarmado, pois isso não é nada negativo nem, significa que seu nome está com pendências. 

SCR quer dizer “Sistema de Informações de Crédito” e como o próprio nome diz, é um sistema que contém informações sobre operações financeiras de crédito (como crédito e financiamento) e limites de crédito que as instituições autorizadas pelo Banco Central podem conceder a seus clientes.

Na prática, funciona tal como um currículo ou ficha atualizada todo mês com as suas informações de crédito acima de R$200,00 e inclui operações que já tenham vencido (dívidas atrasadas) e aquelas que ainda não venceram. 

Publicidade

Em se tratando dos cartões de crédito, é como se todo mês o titular do cartão fizesse dívidas que são pagas no momento de pagar a fatura, de modo a gerar uma operação de crédito.

Como funciona o SCR?

Nome no scr: saiba o que isso significa?

Todos os meses as instituições financeiras que fornecem crédito devem enviar ao SCR.

Não existe nenhum modo de excluir ou alterar algum dado antigo,  mas é possível atualizar as informações conforme novos pagamentos vão sendo feitos.

O SCR serve como um registro para o Banco Central acompanhar as operações de crédito no sistema financeiro. Além disso, serve para outras instituições consultarem as informações de crédito das pessoas e analisar se vale a pena oferecer crédito a ela ou não.

O SCR é uma lista de restrição?

Algumas pessoas depois de conhecerem o SCR o confundem com os órgãos de proteção ao crédito, mas, saiba do seguinte: o SCR não é uma lista de restrição de CPF, ou seja, ter um cadastro com os seus dados lá não significa que você terá dificuldade em conseguir crédito. 

Não só isso, mas o SCR pode até mesmo ser um bom jeito de aumentar as suas chances de ter crédito e outros produtos em instituições das quais você ainda não é cliente, já que uma das vantagens do registro é a chance de as empresas conhecerem melhor o histórico de cada pessoa. 

Dá para tirar o nome do SCR?

Não existe um jeito de sair do SCR, simplesmente porque ele não é um órgão de proteção ao crédito, como Serasa, SPC e Boa Vista.

O cadastro serve para deixar registrados os detalhes sobre a vida financeira de cada pessoa, não para registrar o CPF dos inadimplentes e negá-los crédito. 

Na prática, significa que caso você tenha tido alguma dívida atrasada em alguma instituição e já pagou tudo o que devia, a informação completa estará no SCR.  Da mesma forma, se você nunca teve dívidas, isso também consta nos registros. 

Como consultar o SCR?

É bem simples consultar o SCR. Basta você acessar o Registrato (Extrato do Registro de Informações), que é o sistema que fornece a todas as pessoas informações referentes a cadastros gerenciados pelo Banco Central. 


Encerra em 13:00

Cartão que pode te liberar R$ 250,00 de limite.

Mais de 75256 pessoas já solicitaram o seu

* Sujeito à análise de crédito.

Clique nesse link e tenha acesso ao Registrato. Além disso, é possível consultar essas informações junto às Centrais de Atendimento ao Público do Banco Central, pessoalmente ou via correspondência, todavia essas opções estão temporariamente desativadas devido à pandemia da Covid-19.

Repare nisto: os dados disponíveis no SCR podem ser consultados por você, pelo Banco Central e por outras instituições financeiras – desde que você dê consentimento. Por essa razão, é extremamente importante ler com atenção os termos e condições apresentados antes de contratar qualquer produto ou serviço.

Outra questão importante é que o sistema disponibiliza o acesso às informações dos últimos 2 anos.

Quanto tempo leva para as informações do SCR serem atualizadas?

As instituições financeiras têm que encaminhar ao Banco Central as informações relacionadas aos seus clientes até o 9º dia útil de cada mês.

As informações em questão se referem à posição das operações no último dia do mês anterior e levam de dois a três dias para serem processadas após o seu envio ser concluído,

Devido ao tempo entre o envio das informações e o processamento delas, é comum que os dados do relatório do SCR tenham uma atraso de no mínimo de 20 dias em relação à última informação enviada. 

Assim, se você tiver feito algum pagamento que ainda não constou no registro, é só aguardar até o próximo mês para verificar as informações mais recentes.

Todavia se você notar algum erro nos registros, entre em contato com a instituição financeira da qual você é cliente através dos canais de atendimento da mesma. 

Leia também: Next: Novas opções de investimento que fazem a diferença

Procurando cartão…