Criptomoedas: Plataforma sofre roubo de R$1,69 bilhão!

Criptomoedas: Plataforma sofre roubo de R$1,69 bilhão, leia o texto abaixo e descubra qual foi!
Criptomoedas: plataforma sofre roubo de r$1,69 bilhão!

Sistemas de pagamentos digitais vêm crescendo cada vez mais com o auxílio dos avanços tecnológicos. Com isso, muitas pessoas tem investindo em opções que substituem o dinheiro físico, como as criptomoedas.

O surgimento de diversos sistemas e funcionalidades bancárias digitais, como serviços de pagamento, transferência, substituição do dinheiro físico, entre outros, acabou se tornando alvo de grupos criminosos, ocasionando em roubos, como aconteceu com a plataforma de criptomoedas Wormhole.

A partir do nosso texto, confira todas as informações sobre o roubo de criptomoedas:

Publicidade

Entenda o que são criptomoedas

Criptomoedas: plataforma sofre roubo de r$1,69 bilhão!

Criptomoedas são moedas digitais descentralizadas, as quais, diferentemente do real, e de outras moedas que podem ser trocadas, elas só existem na internet.

Essas moedas digitais são descentralizadas, pois não existe um órgão ou governo responsável por controlar, intermediar e autorizar emissões de moedas, transferências e outras operações, visto que quem faz isso são os próprios usuários.

As criptomoedas foram criadas em uma rede blockchain a partir de sistemas avançados de criptografia que tem como função proteger as transações, suas informações e os dados de quem transaciona.

O blockchain é um sistema que permite o envio e recebimento de alguns tipos de informações pela internet, sendo uma camada que possibilita a emissão e a transação de moedas virtuais de forma mais segura, dificultando qualquer tipo de fraude.

No entanto, não é totalmente impossível ocorrer o roubo de criptomoedas, pois hackers podem atacar os servidores e roubar carteiras digitais ou corretoras de criptomoedas.

Plataforma de criptomoedas sofre roubo de R$1,69 bilhão

A plataforma de criptomoedas Wormhole anunciou que sofre um ataque hacker, o qual resultou no roubo de mais de 120 mil unidades de Ethereum – a segunda maior criptomoeda do mundo em valor de mercado.

No momento do comunicado da plataforma sobre o ocorrido, o valor total das unidades era de mais de US$ 320 milhões – cerca de R$1,69 bilhão.

Após o ataque e a regularização da plataforma, a empresa informou em seu canal no Telegram que a vulnerabilidade foi corrigida e todos os fundos estão seguros.

No dia do roubo, a conta da Wormhole no Twitter comunicou o ataque e afirmou estar trabalhando para restabelecer o sistema o mais rápido possível.

Segundo informações da empresa de análise blockchain Elliptic, a Wormhole ofereceu US$ 10 milhões para os hackers, com a esperança que estes devolvessem os fundos roubados.


Encerra em 13:00

Cartão que pode te liberar R$ 250,00 de limite.

Mais de 75256 pessoas já solicitaram o seu

* Sujeito à análise de crédito.

Histórico de roubo de criptomoedas

O roubo sofrido pela plataforma Wormhole foi o quarto maior roubo de criptomoedas já registrado. Em agosto de 2021, o site DeFi Poly Network sofreu o maior ataque de todos os tempos, quando foram roubados US$ 610 milhões, que posteriormente foram devolvidos pelos hackers.

O segundo maior roubo foi sofrido pela plataforma Coincheck que em 2018 perdeu US$ 530 milhões em tokens. Já o terceiro lugar ficou com a Exchange japonesa MT. Gox que sofreu um colapso em 2014, após sofrer um roubo de meio bilhão de dólares.

Você também pode se interessar por…

Quer se manter informado sobre as novidades do mercado financeiro? Então, continue no nosso site e leia outro texto que preparamos para você, acesse clicando no botão abaixo:

Procurando cartão…