Estar no vermelho é uma situação realmente complicada e como sabemos disso trouxemos as principais dicas para você sair dessa situação!

Publicidade
Confira 10 dicas para você sair de vez do vermelho!

Atualmente, para se endividar, basta uma falha na organização dos gastos do mês e você já cria uma conta com juros absurdos que acompanha você por meses. Por isso, muitas pessoas entram no vermelho e não conseguem sair. 

Publicidade

Se você está passando por isso, não precisa mais se preocupar, pois criamos um texto que te ajudará a sair desta situação de forma organizada e sem complicações! 

Leia a seguir as 10 dicas que irão tirar você do vermelho!

Conheça as principais dicas para você sair do vermelho

Confira 10 dicas para você sair de vez do vermelho!

Organize suas finanças

A falta de planejamento, normalmente, é uma das maiores causas do endividamento. Não saber os seus gastos essenciais e o limite que você pode gastar mensalmente faz com que você ultrapasse o valor do seu orçamento mensal sem perceber. 

Por esse motivo, o primeiro passo para quem quer se livrar de dívidas é organizar suas finanças, partindo do monitoramento de todos seus gastos mensais, anotando-os em planilhas, papel ou aplicativos de finanças. 

Para, assim, conseguir perceber como seu dinheiro está sendo gasto e definir suas prioridades. 

Defina seus gastos fixos

A partir do planejamento financeiro, que mencionamos acima, um outro fator importante para sair do vermelho é registar quais são os seus gastos fixos do mês e descontá-los dos seus ganhos mensais, assim que recebê-los. 

Publicidade

Dessa forma, você tem como administrar melhor o restante das suas finanças e considerar quais são os gastos extras que você necessita fazer. 

Com isso, você não corre perigo de criar novas dívidas, estando com suas despesas em dia, e pode evitar despesas desnecessárias, permitindo você economizar dinheiro para quitar suas inadimplências.

Monitore suas dívidas

Publicidade

Para conseguir se livrar de dívidas é importante que você saiba exatamente o quanto e onde está devendo, caso contrário não há planejamento, logo, você não consegue pagá-las.

Por isso, um monitoramento constante de sua situação financeira é imprescindível na hora de sair do vermelho, com ele você acompanha o quanto suas dívidas aumentam, ou até, se contam com descontos promocionais. 

Assim, manter contato com as instituições a que você deve é fundamental para atualizar seu planejamento financeiro e não perder oportunidades de quitações. 

Negocie suas dívidas para sair do vermelho

Um dos maiores erros cometidos pelas pessoas que estão negativadas é deixarem de pagar suas dívidas por causa das taxas altas, sem ao menos consultar a empresa para uma negociação. 

Antes de resolver qualquer inadimplência, é muito importante que você busque conversar com o estabelecimento ao qual deve, e buscar a flexibilidade de pagamento. 

Muitas empresas oferecem descontos desde parcelamento flexível até isenção da taxa de juros, possibilitando que você pague apenas o valor original da dívida. 

Contudo, para você conseguir ter acesso a esse facilitador é necessário tentar a comunicação e negociação com as instituições.

Uma possibilidade para você renegociar as suas dívidas é por meio da campanha do Serasa Limpa Nome, se você quer saber mais sobre esse feirão, clique aqui e leia o nosso texto!

Confira os órgãos de proteção de crédito

Um outro meio muito eficiente, que muitas pessoas não conhecem, de encontrar ofertas para quitar dívidas é através dos órgãos de proteção de crédito.

Quando você está negativado, ao acessar, por exemplo, o Serasa você consegue identificar onde está devendo e se há ofertas para negociação. 

Com isso, monitorando estes sites regularmente você pode achar uma proposta mais adequada ao seu bolso, podendo receber um desconto de 10% até 70% em muitas dívidas. 

Entretanto, é imprescindível que você mantenha atenção para não perder os prazos de ofertas e, também, verifique sua caixa de e-mail, por onde os sites, normalmente, avisam sobre suas propostas. 

Comece pelas taxas mais altas 

É muito comum estar no vermelho e querer se livrar de todas as dívidas o mais rápido o possível, mas muitas pessoas não sabem por qual começar. 

Como o objetivo é ficar com o nome limpo, é fundamental que você escape de qualquer conta que aumente sua dívida e dificulte o pagamento dela. 

Por isso, começar quitando as dívidas mais altas ou que possuem altas taxas de juros é o caminho certo. 

Um exemplo de taxas altas são dívidas com cartões de crédito, caso esse seja seu caso, recomendamos que comece a pagar elas primeiro, já que os juros destes cartões podem chegar a taxas absurdas fazendo você pagar, em 1 ano, o triplo do valor da dívida original. 

Pague suas contas em dia

Um outro meio que pode ajudar você a sair do vermelho e se manter longe das dívidas é o pagamento em dia de suas contas. Com suas finanças organizadas é muito mais improvável que você fique inadimplente. 

Além disso, você conta com as vantagens do Cadastro Positivo, onde há o histórico de seus pagamentos, o qual pode ser acessado pelas instituições às quais você deve. 

Assim, você consegue melhorar sua reputação como pagador e pode aumentar seu score no Cadastro Positivo, tendo maiores ofertas de juros baixos e flexibilidade na negociação de dívidas à sua disposição.

Defina metas 

Outro passo a ser considerado quando você está tentando sair do vermelho é a definição de metas, como o quanto quer economizar para quitar suas dívidas ou qual o tempo máximo que quer estipular para estes pagamentos. 

Tendo este guia dentro do seu planejamento financeiro fica mais fácil se organizar, com suas prioridades definidas você consegue pagar suas dividas da melhor forma para o seu bolso e orçamento.  

Reserve suas economias

Sair do vermelho pode ser uma tarefa difícil, contudo se manter com o nome limpo pode ser mais difícil ainda. Por isso, recomendamos que você tenha finanças reservadas para qualquer imprevisto que possa ocorrer. 

Economizar dinheiro e guardá-lo pode ser uma ótima vantagem na hora em que o seu orçamento fica apertado. 

Mesmo com toda organização, pode haver meses em que o seu limite de gastos é ultrapassado, assim, para evitar dívidas é importante que você tenha uma quantia reservada para estes imprevistos. 

Faça investimentos 

Uma outra dica muito importante, mas que não é muito conhecida entre devedores, é a importância de fazer investimentos para agregar à sua renda e ter dinheiro extra para ajudar na quitação de dívidas. 

Atualmente, milhares de bancos oferecem a opção de investimentos através de contas, até mesmo digitais, de forma simples e sem muita burocracia. Por esse motivo, essa função se tornou muito acessível, podendo ser contratada até por aplicativos. 

Ao investir você consegue aumentar seu orçamento mensal, conseguindo pagar suas dívidas de forma mais rápida e se livrando de mais juros mensais. 

Assim, além de ganhar dinheiro, você também consegue economizar, o que pode ajudar você a se manter longe de futuras inadimplências. 

Share