Cartão Virtual: Conheça as principais diferenças entre ele e o cartão temporário!

Cartão VIrtual

Os cartões de crédito são um dos recursos mais usados todos os dias pelas pessoas. Além disso, são também os mais solicitados nos bancos. Com a expansão do mercado financeiro para o ambiente digital, esse serviço tomou novas formas e ganhou mais recursos.

No entanto, um serviço tornou os cartões de crédito ainda mais populares, o cartão virtual, uma opção extremamente simples, mas fácil, ágil e segura ao seu usuário. Sendo assim, é importante entender cada vez mais o seu funcionamento.

Dentro dessa modalidade de serviço existem duas vertentes, os cartões virtuais recorrentes e temporários. Você já ouviu falar dele? Pois bem, se a resposta é não, continue conosco para entender ainda mais a diferença entre eles e o que são.

O que é o cartão virtual?

O cartão virtual é um recurso novo no Brasil, já que embora ela já exista em outras financeiras ao redor do mundo, as com sede no Brasil passaram a adotar essa medida a pouco tempo. Ele é uma ferramenta que visa facilitar os seus pagamentos.

O cartão virtual possui as mesmas funcionalidades que o físico, além de concentrar os seus gastos na mesma fatura mensal do cartão físico. No entanto, os dados particulares deste cartão são extremamente exclusivos.

Sendo assim, é possível ter um cartão virtual com número, código de segurança e data de vencimento totalmente diferentes do seu cartão físico. O seu foco de atuação é os pagamentos online.

Esses pagamentos podem ser em e-commerces, aplicativos digitais, assinaturas de planos, entre outras opções. Através desse cartão você terá mais segurança para suas compras e com os seus dados bancários.

Algumas instituições financeiras como Itaú, por exemplo, oferecem duas vertentes desse modelo de cartão: os recorrentes e os temporários. Vamos entender as principais diferenças entre cada um deles.

Principais diferenças entre os cartões de crédito recorrentes e temporários

Cartão VIrtual

Dentro do cenário dos cartões virtuais, é possível encontrar dois modelos muito populares entre as instituições financeiras. Cada um deles, no entanto, possui um aspecto importante em relação aos métodos e tipos de compras.

Ambas as modalidades, embora tenham nomes diferentes, são bem próximas entre si. O que difere em suas formas é o seu objetivo principal. Alguns bancos oferecem os dois modelos, e por isso é importante conhecê-los. Confira as principais informações sobre cada um:

Cartão virtual recorrente

Os cartões virtuais recorrentes são aqueles que mais se assemelham com os cartões físicos. Isso porque eles permitem que o cliente realize qualquer tipo de compra online, dando assim mais liberdade aos seus usuários.

O cartão recorrente permite que você realize compras online e mantenha assinaturas recorrentes, como Netflix, Spotify, Amazon, entre outros. Além disso, é possível que você cancele o cartão e o reative quando quiser.

A maior parte das plataformas digitais, Fintechs e demais bancos trabalham com esse modelo de cartão virtual, já que através deles é possível ter mais controle dos seus dados e também, dos seus próprios gastos.

Outro ponto importante, é que os cartões de cobrança recorrentes podem ser agregados a suas carteiras digitais, facilitando ainda mais o seu controle e praticidade do uso.

Cartão virtual temporário

Esse cartão, por sua vez, embora mantenha a ideia de ser virtual e substituir o uso do físico para compras online. Possui uma sistemática diferente no que diz respeito aos seus dados, já que ele, como o próprio nome diz, é temporário.

Ele não é um cartão indicado para compras recorrentes, já que a cada compra os seus dados se renovam. Desse modo, se você necessita de um cartão que fique registrado para débitos futuros, esse não é o indicado.

Junto a isso, cabe destacar que os cartões de pagamento temporário não possuem a viabilidade de serem incluídos em carteiras digitais, já que a mudança dos dados é constante, é possível que você não tenha os seus dados salvos quando for realizar uma segunda compra com o cartão. 

No entanto, seu nível de segurança é extremamente alto, já que os dados são renovados e por isso, são mais difíceis de serem clonados. Alguns bancos optam pelas duas modalidades, deixando possível assinatura para o recorrente e compras pontuais para o temporário.

Interessante, não é mesmo? Não perca tempo e busque já adquirir o cartão virtual do seu banco. 

Um dos bancos que oferece esse serviço e muitos outros é o Banco Inter, se você clicar no botão abaixo vai ficar por dentro do que a Conta digital desse banco tem a oferecer!



Compartilhar