A nova regra Pix para o tempo está em vigor; veja o que muda

Para descobrir tudo sobre a nova regra do Pix para tempo, leia o nosso texto a seguir!
A nova regra pix para o tempo está em vigor; veja o que muda

Uma mudança de regra que restringe o uso do Pix à noite e na madrugada entrou em ação, na última segunda-feira (22), para permitir que o usuário escolha o intervalo de tempo de restrição.

A partir de  4 de outubro,  já entra em vigor o limite de R $1.000 para  transferências e pagamentos feitos por pessoa física das 20h00 às 18h00.

Entretanto, se escolhesse, o cliente poderia solicitar que o período noturno tivesse início mais tarde, conseguindo assim optar por qualquer horário entre às 20h e às 23h59. Porém, isso não é mais possível agora.

Publicidade

Nova regra do Pix para horário já começou a valer 

A nova regra pix para o tempo está em vigor; veja o que muda
A nova regra pix para o tempo está em vigor; veja o que muda

Transferências e pagamentos feitos por pessoas físicas das 20h00 até 6h00 precisam ter um limite noturno de R $1.000. 

A medida que foi elaborada pelo Banco Central (BC) em setembro visa inibir casos de fraude, sequestro e furto noturno. Em contraste, as contas de pessoas jurídicas não foram afetadas pelas novas regras de limite noturno do Pix.

A restrição se aplica a ambas as transações Pix e outros métodos de pagamento, como acontece com as transferências tradicionais, TED, DOC, pagamento de boletos e compras realizadas com cartão de débito.

Medidas de segurança adotadas

Resumindo, além do limite noturno duas medidas novas de segurança estão disponíveis para o Pix:

  • Bloqueio cautelar: essa medida dá a permissão para que o banco titular da conta do usuário evite bloqueio. Recurso em até 72 horas em casos de suspeitas de fraudes.
  • Notificação de infração: deixa de ser opcional e passa a ser obrigatória. O mecanismo visa permitir que os bancos registrem uma marca na chave PIX, no CPF/CNPJ do usuário e no número da conta quando houver “suspeita justificada de fraude”

O que mudou com o Pix?

Agora é possível que os consumidores realizem pagamentos por meio do Pix em sites de e-commerce sem ter que entrar no aplicativo do banco. As novidades vão favorecer também Apps e sites de compras que oferecem o Pix como meio de pagamento

Por que a alteração foi realizada?

De acordo com o Banco Central, a alteração foi realizada devido a “dificuldades de implementação, pois um utilizador podia escolher por exemplo 21h05, outro 22h17 etc.”

As instituições participantes no PIX têm até o dia 29 de julho de 2022 para disponibilizar aos clientes esta possibilidade de personalização via aplicativos.

A limitação de transferências e pagamentos foi uma das medidas que foi exposta pelo anúncio do Banco Central, para garantir que o PIX seja mais seguro e reduza a vulnerabilidade dos sistemas a ações criminais, em um contexto de aumento do número de golpes e fraudes.

O valor do limite noturno pode em qualquer caso ser modificado a pedido do cliente, por meio do serviço dos canais de atendimento eletrônicos. Mas a instituição financeira deve determinar um prazo mínimo de 24 horas para que o aumento seja realizado.

De acordo com o Banco Central, os bancos devem oferecer aos seus clientes a opção de cadastrar contas antecipadamente que podem receber transferências além dos limites estabelecidos.


Encerra em 13:00

Cartão que pode te liberar R$ 250,00 de limite.

Mais de 75256 pessoas já solicitaram o seu

* Sujeito à análise de crédito.

Procurando cartão…